É só mais um bocadinho!

segunda-feira, novembro 15, 2010

Movimento Partilha na SIC Notícias

O Movimento Partilha apresenta-se, amanhã - dia 16 - na SICN. Conheçam melhor este movimento no programa "A Edição da Manhã", a partir das 9h20.
O que é?

O Movimento Partilha inspira-se no modelo de intervenção social, possibilitando a ligação entre doentes oncológicos em remissão e doentes activos.

É um movimento da sociedade civil, que não se confina a espaços físicos nem a horas marcadas. Pretende ser uma plataforma que junta pessoas, possibilitando assim ajudá-las, beneficiando da experiência e dos recursos do Projecto Luz - Associação Portuguesa de Apoio a Doentes Oncológicos.

Perfil do Padrinho

Os “Padrinhos” são doentes em remissão que estão disponíveis para apoiar, orientar, conversar e dar esperança a novos doentes com a mesma patologia. Poderão falar das suas lutas e das suas vitórias, partilhando aquilo que é o elo de ligação entre os dois: a experiência de passar por uma doença desta natureza.

Não se trata de um substituto das orientações médicas ou psicológicas dos profissionais. O objectivo é dar apoio ao doente oncológico, ser um ombro amigo e dar esperança, projectando um caso de sucesso.

Perfil do Afilhado

Os “Afilhados” são doentes oncológicos com a doença activa. Beneficiam da experiência do Padrinho, colocando dúvidas e partilhando experiências, sabendo que existe quem tenha algumas das respostas aos momentos mais angustiantes pelos quais passa e que está sempre disponível para ouvir.

Como me posso tornar Padrinho? E Afilhado?

Basta contactar-nos e identificar-se como potencial Padrinho ou Afilhado, indicando a sua doença oncológica e a zona de residência.

Os Padrinhos serão sujeitos a uma entrevista com um psicólogo voluntário do Projecto Luz, sendo feita uma avaliação do seu perfil, garantindo assim que estão cientes do seu papel e do tipo de intervenção que se pretende junto do afilhado.

Por fim, é proposto um encontro entre potenciais Padrinhos & Afilhados, que deverão ser pessoas que partilham a mesma patologia e, preferencialmente, vivem na mesma zona geográfica.

Depois deste primeiro encontro, cabe a ambas as partes decidir se querem avançar com esta ligação. Ou, caso não tenha havido empatia, recomeçar o processo.

A nossa certeza é de que é muito mais difícil fazer esta travessia sozinho.
Estamos aqui para ajudar.

5 Comments:

Excelente iniciativa.
E eu até já queria tornar-me activa neste movimento, mas parece-me que ainda tenho de comer mais sopa, pois não sei se havia de ser padrinho ou afilhado... Estou em curso.

4/11/10 15:02  

Pois, eu estou como a Guida. Havia dias que daria uma bela madrinha, e outros em que seria uma chatíssima afilhada. Vou comer sopa, a ver se chego lá.
Nela, se conseguir chegar um pouco mais longe, não deixarei de retribuir tudo o que tenho recebido.
Um grande beijinho
TP

4/11/10 20:15  

Sopa é uma comida líquida ou pastosa e elemento fundamental da gastronomia. Os ingredientes da sopa são tão variados quanto as mais diversas culinárias, podendo incluir vegetais (batata, cebola, couve, cenoura, etc.), carnes ou peixes e mariscos.

Os nutricionistas aconselham, em geral, a ingestão diária de sopa para um regime alimentar equilibrado. A maior parte das sopas é de baixo custo, de confecção simples, e de digestão fácil -- contendo vitaminas e hidratos de carbono. A ingestão de sopa auxilia nos regimes alimentares de controlo de peso e é uma forma fácil de assegurar que crianças pequenas e idosos ingerem produtos hortículas e água.

Enfim, vão comer sopa!!!

4/11/10 21:24  

Nela,


mantenho a minha total disponibilidade.

Beijinhos

4/11/10 21:48  

Bem,eu tb tenho que comer mais sopa...mas adoraria um dia ser madrinha de alguém !

Beijinhos

13/11/10 16:56  

Enviar um comentário

<< Home