É só mais um bocadinho!

domingo, outubro 17, 2010

O Instante Mágico

Resanha do fim de semana:
  • Sábado, houve almoço do Gang da Mama. Encontro de 20 mulheres que combatem/combateram o cancro da mama e que se conheceram através da Net. Oportunidade para conhecer algumas amigas que ainda não tinha tido chance de ver ao vivo;
  • Domingo, ensaio e ensaio geral e mais ensaio. Cruzes! Mas esperamos estar em condiçoes de receber bem todos os que forem ao Cine-Teatro de Rio Maior, no próximo fim de semana. E há algumas novidades na peça. Vão ver!
O almoço de sábado, no meio daquela loucura e desatino, teve uma ponta de nostalgia. Fez-me recuar a já 3 anos atrás e lembrar o que aconteceu no 1º Encontro das Amigas do Peito e do Coração: A Cláudia, a Anixinha, a Carla, a Alda e eu, do lado das que andavam à volta com o bicho e uma roda de amigos que nos acompanhou nesse dia memorável. Desse almoço destaco o porte da Cláudia, a sua beleza, a sua serenidade, o seu sorriso e o olhar com que nos observava - sorridente. E o rosto da Anixinha, aquela boca sempre a rir, o seu boné com pala para a frente, a alegria de viver. E nós a querermos conhecer aquela e a outra e a ver se eram como tínhamos imaginado.
E de repente, tinha nascido ali qualquer coisa mágica.
Que continuou e cresceu. E resistiu à partida da Cláudia, e se viu reforçada com a partida da Anixinha, sofreu com a partida da Buba e ficou romba com a despedida da Aida... Que saudades, amigas...
Mas continuámos. Andámos e só posso dizer que foram e são laços que não se quebram. Aqui ou no céu, o que construímos não se quebra nunca e fez aquilo que somos hoje. Tchim Tchim a vocês, minhas lindas, e lá, de onde nos acompanham, acho que concordam comigo quando transcrevo as palavras do Paulo Coelho:

“Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. O instante mágico é o momento em que um 'sim' ou um 'não' pode mudar toda a nossa existência. O instante mágico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca de sonhos. Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões. Mas tudo isto é passageiro, e não deixa marcas. E, no futuro, podemos olhar para trás com orgulho e fé.”

17 Comments:

Lindo Nela, sempre presente nos encontros sem esquecer as amigas que partiram!...
Tenho saudades vossas...
Bjos

18/10/10 08:46  

Muito bonito, gostei de lembrar as amigas que já partiram.
Beijinhos
<<<is@

18/10/10 09:43  

Muito verdadeiro,
o instante mágico é o momento em que dizemos um sim ou um não...

Beijinhos e boa semana

18/10/10 10:32  

Foi sim mais um momenro mágico.
São sempre mágicos os momentos em que todos nos encontramos física ou espiritualmente.
Beijos e até sábado num teatro perto de nós.

18/10/10 10:36  

Sejam felizes
Vivam a Vida intensamente

BJS

18/10/10 15:52  

São estes momentos mágicos, que nos dão muitas alegrias, e nos torna ainda mais fortes!

Tive pena de não poder ir ao almoço...Gosto muito de todas! Muitos beijinhos

18/10/10 16:10  

Bonito texto.

Daqui sublinho "E, no futuro, podemos olhar para trás com orgulho e fé.”

Bjs a todas

18/10/10 17:36  

Um beijinho grande. Também gostei muito de te conhecer.

19/10/10 00:03  

Não conheci pessoalmente nenhuma dessas amigas, mas a verdade é que as sinto sempre connosco. Talvez através de vocês elas estejam mesmo presentes. Não posso deixar de pensar que também quero estar sempre nesses encontros, seja de que forma for.
Muitos beijinhos, Nela
TP

19/10/10 15:43  

Amen!!!

20/10/10 16:55  

Percebo o que dizes Gosma...

E de facto, os momentos mágicos, de comunhão não se vivem muitas vezes. Aquele 1º momento foi único. Irrepetivel.

Se para termos um momento desses, mágico, for necessário dizer NÂO, que seja. É preferivel isso a viver muitos momentos agradáveis mas sem magia.

Não fui clara pois não Gosma?!...
Acho que não, eheh

Bjs

20/10/10 22:14  

Hehehehe... Não foste, nao, Gosma! Ninguém te percebeu!
Tens razão.
Bjocos

20/10/10 22:24  

Beijinhos Nela e lá para cima *

21/10/10 16:20  

Nela que palavras bonitas, são como tu bonita por dentro e por fora,também tenho saudades desses momentos desses encontros.

Beijinhos.

25/10/10 00:11  

Nem sei como me passou este post, valeu uma alma caridosa que me chamou a atenção!

Muito bonito o que escreveste, Nela, e muito verdadeiro. Tenho muitas saudades desse tempo único mas pensemos de forma positiva: como fomos previligiadas em o termos vivido, aquele já ninguém nos tira!

Como diz a Jen, AMEN!

*

10/11/10 12:29  

Podes crer, Miminhas. Sinto-me uma felizarda por ter conhecido esse grupo e por ter tido oportunidade de conviver com essas amigas. Há alturas na vida que fazem a diferença... E que nos deixam heranças de calor e amizade que não acabam nunca. E também não se repetem.

Mas tenho saudades... confesso.

10/11/10 14:36  

Não vinha aos blogs há muito tempo. Que dizer? Tocou-me o coração... aquele encontro, este texto... Beijo grande, Nelinha

19/11/10 01:08  

Enviar um comentário

<< Home