É só mais um bocadinho!

sexta-feira, abril 09, 2010

Príncipes do Nada - cap. IV (sem final à vista...)


A história do Vitor continua. Tenho imensos links para fotos e páginas da Web, onde se pode ver o trabalho feito por ele e pelas responsáveis do Lar Arco-íris. E escolhi este lar só porque é a casa da Daulisa. Infelizmente, não faltam lares e outros centros de acolhimento a precisarem de ajuda. Felizmente, também não faltam lares e outros centros de acolhimento a fazer um excelente trabalho e quase sem recursos.
Portanto, e antes de mais, obrigada!

Agora, é convosco! Toca a mexer o rabo e ir até à caixa Multibanco mais próxima (ou através do Home-Banking) fazer uma transferência para ajudar. Qualquer montante é uma ajuda preciosa.

"... Relativamente ao envio de donativos monetários para a/o seu afilhada/o é mais fácil, pois basta usar a minha conta aí em Portugal, (a transferência é gratuita), como fazem os restantes padrinhos, e depois eu transfiro trimestralmente para aqui, agrupando vários donativos de madrinhas e padrinhos, o que reduz ao mínimo as despesas de transferência internacional cobradas pelos dois bancos (português e moçambicano):

Titular: VITOR MANUEL SILVA BARATA
Banco: MILLENNIUM-BCP – Vila de Rei, Portugal
NIB: 0033 0000 4529 4364 9530 5

Obrigada. O Vitor envia depois fotos da entrega dos donativos aos lares e às crianças, para que não haja dúvidas sobre o destino dos fundos.

Estas crianças, tal como as nossas, precisam de comer todos os dias... E isso, para elas, não é fácil...
O título de "Principes do Nada" vem de uma reportagem feita pela Catarina Furtudo. Podem ver mais em:


“Príncipes do Nada” é um programa da autoria de Nuno Santos, com a coordenação e textos de Catarina Furtado. A produção e a realização são da “Até ao Fim do Mundo”.

Ao longo dos 12 programas de 30 minutos, Catarina Furtado vai seguir no terreno o trabalho de voluntários e membros de ONG´s portuguesas, dando a conhecer as dificuldades do seu quotidiano, muitas vezes em localidades remotas e com difícil contacto com o exterior; e mostrando os efeitos positivos que o seu trabalho tem sobre as populações.

Catarina Furtado guia-nos pelo mundo, à procura de “Príncipes do Nada” envolvidos em projectos de várias dimensões, em áreas tão diversificadas como a saúde, a educação, a reconstrução, a agricultura, o ensino e o saneamento básico.

Espelho de um Portugal cada vez mais solidário, “Príncipes do Nada” fará também a divulgação de campanhas de solidariedade.
(texto retirado do site da RTP)