É só mais um bocadinho!

segunda-feira, setembro 28, 2009

Hurt

video

Seems like it was yesterday when I saw your face
You told me how proud you were, but I walked away
If only I knew what I know today, ooh ooh

I would hold you in my arms
I would take the pain away
Thank you for all you've done
Forgive all your mistakes
There's nothing I wouldn't do
To hear your voice again
Sometimes I wanna call you
But I know you won't be there

Ooh, I'm sorry for blaming you
For everything I just couldn't do
And I've hurt myself by hurting you
Some days I feel broke inside, but I wouldn't admit
Sometimes I just wanna hide, cuz it's you I miss
And it's so hard to say goodbye when comes to this, ooh yeah

Would you tell me I was wrong?
Would you help me understand?
Are you looking down upon me?
Are you proud of who I am?
There's nothing I wouldn't do
To have just one more chance
To look into your eyes
And see you are looking back

Ooh, I'm sorry for blaming you
For everything I just couldn't do
And I've hurt myself, ooh ooh
If I had just one more day
I would tell you how much that I missed you since you went away
Ooh ooh, It's dangerous
It's so out of line to try and turn back time
I'm sorry for blaming you
For everything I just couldn't do
And I've hurt myself... By hurting you

sábado, setembro 26, 2009

Num teatro perto de si...



Depois da "Lusa" a "Visão" ... "Açoriano Oriental"... "O Expresso"...


Mulheres que sobreviveram ao cancro da mama sobem ao palco do Centro de Artes de Ovar, sábado à noite, para partilhar as suas experiências no espectáculo de teatro "Rosa, Esperança".
A peça aborda os casos reais vividos pelas protagonistas, que, não sendo actrizes profissionais, participam agora na digressão nacional com que a oficina de artistas "Quem Não Tem Cão" se propõe levar a todo o país "numa mensagem de esperança e sobrevivência".
Rui Germano, autor do texto e encenador de "Rosa, Esperança", disse hoje à Lusa que "a peça de teatro é parte de um projecto maior, que começou com os encontros de mulheres vítimas de cancro e que agora, graças à blogosfera, se tem revelado um espaço de apoio para essas pessoas.
http://aeiou.visao.pt/cancro-da-mama-mulheres-que-sobreviveram-a-doenca-sobem-ao-palco-para-partilhar-experiencias=f530549
.
http://www.acorianooriental.pt/noticias/view/193566
.
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=411874
.
http://www.pop.eu.com/news/391/26/Cancro-da-mama-%C3%A2-Rosa-Esperanca%C3%A2-volta-aos-palcos.html
.
http://tv1.rtp.pt/noticias/index.php?t=Mulheres-que-sobreviveram-a-doenca-sobem-ao-palco-para-partilhar-experiencias.rtp&article=281823&visual=3&layout=10&tm=2
.
http://aeiou.expresso.pt/cancro-da-mama-mulheres-que-sobreviveram-a-doenca-sobem-ao-palco-para-partilhar-experiencias=f537757
.
http://www.tribunamedicapress.pt/rss/23629-cancro-da-mama-mulheres-sobem-ao-palco-para-partilhar-experiencias

sexta-feira, setembro 25, 2009

Elogio à Vida

Há quem lhe chame elogio fúnebre.... É só um pequeno texto que li na missa durante o velório da Nicha.

"Todos nós temos uma ferida. Uma velha e profunda cicatriz. É essa cicatriz gigantesca, que cada um carrega no peito, que contém a soma de todos os nossos medos. De todos os receios e todas as dúvidas. Nessa grande cicatriz mora um alquimista, que vai vivendo a dor, transformando-a numa experiência enriquecedora.
Na grande cicatriz mora o profundo, mora o que de mais longínquo temos de curar. A grande cicatriz é o que não nos deixa ver mais longe, o que nos oprime mas também o que nos ensina. O que nos restringe mas também o que nos amplia, é onde mora o retrocesso e o avanço.
A Nicha foi à sua grande cicatriz. Teve essa coragem. Foi à fonte de todas as incertezas, ao domínio de todo o caos emocional e sentou-se lá. Viveu lá. Sentiu. Sabia que era aí que estava a ferida, mas também era aí que estava a cura. E foi aí que descobriu a sua capacidade de se reinventar todos os dias.Ela sabia que era aí na grande cicatriz que morava o medo, que morava o escuro, que morava o medo do escuro. Mas também sabia que era nesse buraco que morava a raiz de toda a perfeição.
Sabia que só no momento em que vencesse a inércia e encarasse o trauma de abrir essa cicatriz, só no dia em que a ferida fosse de novo aberta, toda a sua vida estaria justificada, porque tinha ido ao mais profundo de si mesma pôr-se em causa sem medo da sua própria rejeição."

Era ela! Aquela que foi capaz de ir à fonte de todas as incertezas, ao domínio de todo o caos emocional e sentar-se lá. Viver lá. Quando a maioria de nós dorme descansada à espera do fim...

quinta-feira, setembro 24, 2009

Como eu vejo isto tudo - Dia 1

Quero dizer a todos que as vossas mensagens têm sido um verdadeiro bálsamo para mim. Desculpem não vos responder e nem sempre atender o telefone, mas não consigo... No entanto, quero que saibam que estou bem. Calma, serena e... aliviada. Triste.
A Ana Cristina morreu.
A Nicha, nem tanto, para todos os que ela conheceu e tocou.
A minha irmã de alma, a minha Pessoa, garantidamente, não! Essa ficará para sempre comigo. Já viemos juntas antes do tempo e ficaremos juntas depois do tempo acabar.
Não sei ainda como vou viver o dia-a-dia sem ela... Mas encontrarei uma maneira de conseguir vislumbrar para onde vai o mundo, mesmo sem o discutir com ela ao telefone. Conseguirei ver o caminho das estrelas sem que ela me contradiga e me mostre qual é. Conseguirei perceber-me, ver o que sinto e entender para onde vou, mesmo sem que ela mo explique. Conseguirei, de certeza. Mas não vai ser fácil. E não vai ser agora. Agora, choro, umas vezes e sorrio, outras vezes...
Já não estou preocupada com ela. Isso terminou ontem quando ela partiu. Sei que está bem e acredito na promessa que me fez (e foi a última coisa que me disse enquanto estávamos abraçadas): Eu vou. Mas tu sabes que eu não quero ir. Ainda é muito cedo. Mas hei-de arranjar maneira de te vir cá dizer como é que é lá do outro lado.
A minha afilhada e comadre enviou-me uma mensagem que diz tudo: "Não deixes partir a tua Pessoa com Aquela que agora se foi. O que é vosso está guardado. As irmãs e os irmãos que escolheste precisam de ti (como tu deles).".
Eu não diria melhor... Estou toda partida por dentro, mas estou Inteira.
Isto é como eu vejo isto tudo no dia 1.

quarta-feira, setembro 23, 2009

A irmã da minha alma partiu...




Recado

A Nicha pediu para vos dar esta mensagem:

"Quero usar o tempo que demorar. Agora o tempo é importante para mim, digo-me. Não que deva passar depressa ou devagar, mas que seja apenas tempo, que seja algo no interior do qual eu viva e que possa preencher com coisas físicas e actividades através das quais o possa dividir, de modo a que cresça e que seja diferente para mim e que não desapareça quando eu não estiver a olhar." - Per Petterson, Cavalos Roubados.

Hoje, a situação complicou-se. O João (marido) telefonou-me por volta das 13h e fui logo para o hospital. Tiveram simpatia por nós e deixaram-nos ficar até às 21h. O João vai ficar lá durante a noite. Esteve lá a família toda mais chegada. Já fizémos as despedidas e agora só esperamos que ela adormeça e já não sofra mais...
Estou tão cansada...

Diversos

Antes de mais, quero agradecer as mensagens que me têm enviado com beijinhos para mim e para a Nicha. Não se ofendam por nem sempre responder. Entre o trabalho, o hospital e as coisas normais de casa, fica pouco tempo para mais... E pouco ânimo...
Tenho-lhe entregue todos os beijinhos e votos de que tudo corra bem.

Não tive ainda paciência nem vontade para escrever sobre a “re-estreia” do Rosa, Esperança, mas como devem saber pelos outros blogs, correu muito bem e o público de Rio Maior despediu-se de nós com imenso carinho. Nem consigo acreditar que conseguimos fazer 8 espectáculos lá com, quase sempre, casa cheia. Agora, aguarda-nos uma verdadeira aventura: ir por esse país fora com a nossa peça, levar a nossa mensagem e tentar com isso alertar mais pessoas para a necessidade da prevenção como o meio mais eficaz de derrotar este “inimigo invisível, mas poderoso”.

Gostava de estar com a cabeça mais disponível para curtir bem este processo de andar na estrada com um grupo de amigos a fazer uma peça de teatro. É uma experiência inédita para mim e não vai repetir-se mais (não vai mesmo, que isto do teatro é para gente doida...). Infelizmente, a minha cabeça e o meu coração estão em outro sítio, com outra pessoa que trava uma luta desigual com esse desgraçado, ranhoso de merda.

E por falar em luta, se tudo estiver a correr como o previsto, a Nicha estará a começar a quimio. Espera-se que estes tratamentos também consigam “reparar” a pleura (ou partes dela) e assim aliviar a permanente falta de ar que tem.
Voltarei com mais notícias.

segunda-feira, setembro 21, 2009

:o(

A Nicha afinal não conseguiu fazer a quimio. Novo raio-x levou a que lhe retirassem o dreno (outra vez...) e amanhã fará novo raio-x e decidirão se colocam novo dreno ou não... Este tirar e colocar de drenos parece uma brincadeira de mau gosto e de algum sadismo, mas não é. Ao que parece, a existência de várias locas obriga a mudar a posição do dreno por serem independentes.

Quem dera que isto fosse como no teatro em que, quando se fecha o pano, tiramos a personagem e afinal aquilo era tudo a brincar...

Actualização: Novos raio-x e uma eco determinaram que não vão colocar um novo dreno, nem tentar novamente a pleurodese. Irão iniciar a quimio esperando que ela consiga actuar também sobre a pleura... Em resumo, sem dreno há 2 dias, já se sente a falta de ar a aumentar por "encharcamento" dos pulmões. Seja o que Deus quiser...

sexta-feira, setembro 18, 2009

Não esqueçam!


quarta-feira, setembro 16, 2009

Mais notícias

A Nicha hoje está de descanso. Para um doente com falta de ar, qualquer deslocação ou qualquer exame trazem um cansaço imenso... Ontem, ela fez análises, raio-x e duas Tac's. Agora, é o descanso merecido. Ao que parece, tem-se aguentado com menos oxigénio, o que é óptimo.
Amanhã, saberá o resultado das Tac's e fará a pleurodese (a tal "reparação" da pleura). Depois, direi como correram as coisas.

Hoje, foi dia de injecção/míssil para mim. Acho que a minha barriga já está revoltada - doeu mais! Mas já está e agora só penso nisso daqui por 4 semanas. O raio que a parta!

Actualização: As coisas complicaram-se e não conseguiram fazer a pleurodese à Nicha. Tiraram o dreno e, em princípio, vão tentar novamente amanhã. Ainda não sabemos o resultado das Tac's.
Actualização mais actualizada: Colocaram um novo dreno. As Tac's não assinalam metástases na cabeça, nem abdómen. YES! E a quimio vai começar na segunda-feira. YES, outra vez!

segunda-feira, setembro 14, 2009

Notícias

A Nicha está novamente internada. O líquido voltou quase ao nível de 5ªfeira. Vai colocar um dreno e um saquinho e fazer um tratamento para reparar a pleura. Terá que aguardar que esta situação fique sanada para começar a quimio. Não se sabe quando. Depois digo.

sábado, setembro 12, 2009

Ninguém no mundo merece ter cancro do pulmão

quarta-feira, setembro 09, 2009

Não entendo este mundo...

... mas, um dia, vou entender. Juro que vou. E, nesse dia, vou sentir-me muito feliz e iluminada. Hoje, não. Hoje, estou muito triste e silenciosa. Não quero falar porque não sei o que dizer. Nada do que disser será esperto. Será tudo discurso estúpido para animar ninguém.

A Nicha já tirou o líquido pleural. Dois litros. Está mais aliviada e espero que comece a conseguir comer alguma coisa para se preparar para o início dos tratamentos de quimio na próxima segunda-feira. Fará 1 na segunda-feira e outro na terça. Descansa um semana e faz 1 na segunda-feira. Descansa 15 dias e volta ao início.

Além do cancro primário, tem uma metástase e alguns gânglios afectados (na zona do mediastino). O prognóstico não é bom. Mas, tal como disse a oncologista, há excepções. E eu quero que esta situação seja uma excepção. Ela é uma pessoa excepcional, por isso, esta situação bem que pode ser uma excepção...! A Nicha gostou da médica e eu, sem a conhecer, também gosto. Foi honesta e directa, mesmo com a doente a chorar à sua frente. E assim é que nós achamos que deve ser. Os doentes choram porque não há outra coisa a fazer perante um cenário destes, mas não são atrasados mentais, nem ignorantes.

Nisso, a Nicha é como eu. Lida melhor com certezas negras do que com dúvidas ou paninhos quentes. Chora porque é uma pessoa normal e tem emoções, mas vai á luta e gosta de saber com o que conta.
Agora é olhar para a frente. Mas, mesmo assim, não entendo o mundo e estou muito triste. Talvez, um dia, entenda...

segunda-feira, setembro 07, 2009

Notícias

O marido da Laurinha só será operado amanhã à tarde. Hoje, fez exames preparatórios e a Laura vai ficar lá com ele, durante a noite.

A Nicha está internada (derrame da pleura). Depois, darei mais notícias.

Update: a operação do marido da Laurinha correu bem e está "tudo limpinho", ao que parece. Boa!
A Nicha está a oxigénio e amanhã de manhã vão extrair o líquido e à tarde tem a consulta de oncologia. Hoje, estava bem dispostinha.
Depois dou mais notícias.
Bjinhos

Hoje, destaco


Blog do Dr. Fernando Nobre - Contra a Indiferença.

Obrigada!

quinta-feira, setembro 03, 2009

Rosa, Esperança

Arranque da segunda temporada, brevemente num teatro perto de si...


19 e 20 de Setembro - Rio Maior

26 de Setembro - Ovar

3 de Outubro - Faro

10 de Outubro - Santiago do Cacem

24 Outubro - Viana do Castelo

31 de Outubro - Guimarães

7 de Novembro - Benavente

5 de Dezembro - Leiria

terça-feira, setembro 01, 2009

Laurinha

A nossa cota do norte, a Laurinha, está à briga com o bicho: o marido vai ser operado, na próxima segunda-feira, à próstata. Lá vamos nós todos para cima, dar uma forcinha a esta amiga que nunca nos deixa. É a altura de retribuir todo o mimo e todo o carinho que ela tem sempre para nós. Sempre presente, sempre amiga e sempre disponível.
Minha querida, vais sentir que estamos ao teu lado. Prometo!
_______________
A Jen vai ser operada, na sexta-feira, para tirar um quisto do pulso. Nada de grave e sei que se vai resolver rápido.
Amanhã, a Nicha tem consulta com o oncologista e já devemos saber mais sobre o plano de tratamentos.
_______________
Update: A consulta da Nicha é só para a próxima 4ªfeira... Fogo!