É só mais um bocadinho!

quinta-feira, maio 28, 2009

Férias...

Pois... Nem são precisas palavras! Vamos de férias. Depois, mostraremos fotos. Fiquem bem.

quarta-feira, maio 27, 2009

Corrida da Mulher - 31 de Maio de 2009


Estejam atentos à RTP1... Quem sabe se o Movimento Rosa, Esperança não vos surpreende...


terça-feira, maio 26, 2009

Liliana na TV

Hoje vai passar uma reportagem que fizeram sobre o Cancro de Mama, no programa da Jornalista Maria Elisa - Serviço de Saúde, com a presença da nossa Liliana.
Temas como a prevenção, o diagnóstico e o apoio de Associações Humanitárias de Apoio a esta patologia vão ser abordados.
A Liliana envia um "bem haja" à Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro de Mama (www.apamcm.org) e à Associação Humanitária de Apoio à Mulher com Cancro de Mama do Hospital de Santa Maria - Amigas do Peito. E nós mandamos um à Lily, não é?
Não percam!

segunda-feira, maio 25, 2009

I Encontro Rosa, Esperança


NÃO PERCAM!

sábado, maio 23, 2009

A seguir... a seguir há a vida.

Alguns não conhecem a Lurdes. Outros conhecem-na como LM - assim assina alguns comentários. A Lurdes tem um linfoma e anda às voltas com os tratamentos e os exames para fazer autotransplante. Também dá colaboração ao Projecto Luz. É psicóloga e tem uma idade estúpida que me irrita que tenham: aí uns 25, 26 ou 27 anos, por aí.... Irritante!
Ela enviou um mail a várias pessoas com este texto:

Olá!

Não sei se ontém viram uma entrevista na RTP1 com uma sobrevivente de cancro.

A Manuela explicou muito bem algumas coisas.

Houve uma que fez mais eco em mim:

"no dia a seguir ao diagnóstico... a vida continua... há exames para marcar, consultas, tratamentos, trabalho.. .há a vida"

Se quiserem, quando me perguntam como é que se "aguenta"... é tão simples quanto isto... a vida continua. Não é tanto a "coragem"... qualquer pessoa encontrará "a sua coragem"...não conheço nenhum doente sem coragem! A seguir... a seguir, há a vida! Com medo, raiva, esperança, ansiedade, momentos únicos (mesmo dentro do hospital, há momentos únicos), momentos de merda, o Pedro Ribeiro na rádio, filas no IC19, pessoas chatas na porta da farmácia do IPO, amigos, pessoas para encontrar e descobrir, a Mafalda no MP3. A seguir...a seguir, há a vida!

E hoje pensei... que mesmo quando perdemos um doente no serviço... a seguir...a seguir há vida! Na manhã do dia de carnaval perdi a D. Cecília com quem passei alguns dos dias dos internamentos... quando cheguei ao quarto (a Cecília estava na cama ao meu lado) e não a vi... (não sei pôr em palavras...) (....talvez porque o que senti foi silêncio)... uma das enfermeiras, a Sara, estava à minha espera... contou-me... como ninguém tinha dado conta... não falámos mais... a seguir, a seguir há a vida! Há o sossego dos doentes que não deram conta para proteger... há o banho para tomar... foi o que fiz... com o boby atrás de mim... há enfermeiros nos corredores (a Vanda, o João, a Sandra)... passamos e olhamo-nos... "bom dia!"... todos sabemos que estamos a perder aquela pessoa...todos eles sabiam que eu gostava muito de estar com a Cecília... e que a estava a perder e a guardar dentro de mim... no dia a seguir... a vida continua... quando chego de manhã ao corredor... a Paula, a Ana e a Perpétua (enfermeiras) fazem uma festa... a Perpétua e eu convencemos a Paula que eu tenho uma mota e que vou fazer uma tatuagem nas minhas 1001 marcas de cortes e furos de catéter... a Paula logo: "tens que levar a Madrinha a andar de mota!" (eu e a Paula tratamo-nos por Madrinha e Afilhada)... todas elas sabem que perdemos a Cecília... tanto disparate junto...como quem me diz... "sabemos que estás partida por dentro...mas estamos aqui!"... sabe bem...

A seguir... a seguir há a vida.

Rosa, Esperança

video

sexta-feira, maio 22, 2009

Que dizer...

Tinha pensado fazer um post a contar muitos pormenores do que aconteceu ontem. Mas nem consigo. Ainda está tudo em grande turbilhão. Terá que ficar para depois...
No entanto, quero agradecer todas as mensagens que enviaram. O meu telemóvel sucumbiu a tanta emoção e bloqueou.
Para vos ilustrar tudo o que se passou, vou transcrever uma mensagem que recebi hoje de uma colega de trabalho (e que me autorizou a fazê-lo):

Rosa Esperança
Rosa Vida
Vida que se quer viver
Porque a Dor que é sempre uma lembrança
E a alma que fica dorida
Rosa Esperança
Rosa Amada
Amada no seu querer
Porque o futuro pode ser uma bonança
E a Vida nunca é perdida
Ser Rosa é ser Esperança
É viver intensamente...
Cada momento no presente!!!


(conforme confessou, foi a primeira vez que se aventurou no reino da escrita! Nada mal, pois não?)

quinta-feira, maio 21, 2009

Guerreiros/as

Um guerreiro sabe que os fins não justificam os meios. Porque não existem fins; existem apenas os meios.
A vida o carrega do desconhecido para o desconhecido. Cada minuto está revestido deste apaixonante mistério: o guerreiro não sabe de onde veio, nem para onde vai.

Mas sabe que não está aqui por acaso. E se alegra com a surpresa, encanta-se com paisagens que não conhece. Muitas vezes sente medo, mas isto é normal em um guerreiro.
Se ele pensar apenas na meta, não conseguirá prestar atenção aos sinais do caminho. Se concentrar-se em apenas uma pergunta, perderá várias respostas que estão ao seu lado.

Por isso o guerreiro confia, e se entrega.

Paulo Coelho

terça-feira, maio 19, 2009

Cancro da mama na Grande Entrevista


Na próxima quinta-feira, dia 21, pelas 21h00, no programa Grande Entrevista da jornalista Judite de Sousa, vai falar-se de cancro da mama, de Rosa, Esperança, de esperança, de esperança e de esperança...

Não percam!

domingo, maio 17, 2009

Diversos...

Mais um fim de semana que quase termina... Foi pequenito! Também teve muitos acontecimentos: a nossa meia-Gosma Lu casou, a Maninha Dyna teve a sua benção das fitas, a Maria Laurinda já está em casa com a sua mamoca nova e eu fui ver um espectáculo de Salsa que acabou por ser muito mais do que isso e o filme "Anjos e Demónios" de que gostei e recomendo.

A Maguie já arrebitou um bocadinho depois de uma quimio mais difícil e a Gigi anda cansadita e a vomitar. É preciso não esquecer que o autotransplante é muito recente. Claro que ela, só por saber que as coisas correram bem, se sentiu logo melhor e super eufórica, mas é preciso não exagerar. A radioterapia cansa imenso e depaupera muito o organismo e ela tem ainda muita recuperação a fazer. Os vómitos também são parte deste processo. Há que ter paciência. Não é em vão que os médicos dizem que só se volta à vida normal após um ano ou mais... E tu sabes disso, Gigi. Tem calma. É só mais um bocadinho, ninas!

Beijinhos para todos e as melhoras para a Maguie, Gigi, May Alek e Cinda.

sábado, maio 16, 2009

A Rainha Lueji encontrou Rei

É hoje! É hoje!

A nossa Meia-Gosma casa hoje com o Meio-Gosmo Ricas. Ah pois é menino Ricardo, casa-se para o bem e para o mal. A alcunha de Meio-Gosmo é a parte do mal... Aguenta!
Que sejam muito felizes, construam um universo cheio de carinho e amor e, olhem, aturem-se que a coisa não é fácil...

Muitas felicidades e que o dia de hoje fique na vossa história como o início de algo muito valioso.

Jinhos

sexta-feira, maio 15, 2009

Trilhos da Vida

Céu ou inferno. São estados de espírito da vivência diária que perante as decisões que tomarmos, definimos onde começa cada um deles.

Estamos no céu quando a doença não nos aflige, temos o essencial, o acessório na vida e os vícios e os prazeres da carne são os indicadores do bem-estar e da felicidade. Inconscientemente acreditamos nessa continuidade como se tivéssemos um escudo invisível que nos dá a certeza de um lugar cativo neste estado de espírito que elegemos no nosso dia a dia. Não pensamos em mais nada do que no nosso umbigo e, obcecados por esta vivência, nem sequer temos tempo para olhar ao nosso redor e ver a realidade da vida.
Passamos ao inferno quando algo inesperado acontece e que de alguma forma vai afectar o estilo de vida anterior. Podemos perder o emprego, ter um acidente ou revelar-se uma doença inesperada. Nesta condição criamos um novo conceito que constituirá a nossa definição de inferno.

Mas será que as definições retratadas têm de ser rígidas e não podemos transformar o inferno em céu e vice-versa mediante as acções e decisões que tomarmos quando nos encontramos em cada um deles?

Imagine o leitor que num teste de rotina médica recebe a notícia que está infectado pelo HIV. Definitivamente todos classificarão esta notícia como o inicio do “Inferno”.

Onde encontrar o “Céu” nesta condição de dor e sofrimento? Leva algum tempo mas é possível. Primeiro tem de viver o seu luto convivendo e entregando-se à sua dor totalmente, mas após algum tempo, há que reagir e lutar.

Aprende-se que a infecção tem tratamento o qual lhe poderá dar uma qualidade de vida semelhante à que tinha antes. Aprende-se a partilhar e a lutar para que outros não cometam erros semelhantes. Aprende-se a amar o próximo e a compreender todos os que nos rodeiam. Aprende-se que a Sida é o princípio de uma nova vida e não o fim da vida.

Cresce-se como ser humano, desenvolvem-se valores para os quais não havia tempo. Acabará por ser olhado com respeito e admiração e a vida começa a fazer sentido.
O “Céu” pode estar em qualquer lugar e em qualquer condição.

A SIDA abre as mentes e pode tornar os infectados em melhores seres humanos dependendo da sua atitude perante a doença. A capacidade de criar o seu Céu ou Inferno encontra-se no interior de cada um.

Texto retirado de Sidadania: http://www.sidadania.blogspot.com/

Onde está SIDA ou HIV, leia-se cancro ou qualquer outra situação extrema que classifiquemos de dramática ou terrível.

quarta-feira, maio 13, 2009

A mama nova da Maria Laurinda

Update: Acabou-se o nosso sossego. A Cindinha já voltou ao quarto, meia grogue, mas voltou. Correu tudo bem e recomenda-se...

É já amanhã que a Maria Laurinda, finalmente, vai comprar a mama nova...! Tal como a Ny tinha predito no início da doença: hoje, não se morre de cancro; tiras a mama, ficas boa e depois compras uma mama nova!
Ora aí está ela!

Amanhã, vais ter a tal de mama nova e vais ficar um espanto (mais espanto do que agora...).

Vai correr tudo bem e, não tarda nada, já nos andas a chagar o juízo outra vez... Que chata!

Mamãe faz 80...!!!

Não parece, mas a D. Rosa faz hoje 80 anos! E com saúde! Digam lá: não é para todos!

terça-feira, maio 12, 2009

Última hora!!!

As ecos do Caden não mostram quaisquer evidências de doença!!! Toma! Incha, porco!
NED = No Evidence of Disease

Parabéns, Maninha!

Gosto de ti desde aqui até à lua.
Gosto de ti desde a lua até aqui.
Gosto de ti simplesmente porque gosto.
Embora longe.
Sempre aqui.

segunda-feira, maio 11, 2009

11 de Maio

*


domingo, maio 10, 2009

Fim de semana salgado...

Ontem, fomos tomar café a Rio Maior antes de seguirmos para a nossa casita. Convidámos a Cacildinha e a Cris Vic também apareceu. Ao que parece, o café Avenida parou para nos ver no Contacto na última quinta-feira...
A Cris Vic tinha que ir fazer uma visita guiada às Salinas e nós lá fomos também feitos emplastros completos. Ouvimos as explicações sobre a origem da coisa, comprámos sal e fomos à casa da Laurindinha dos Fritos tomar um café (uma caneca enorme cheia de café) e os filhós que estavam uma delícia.
Depois, rumámos ao Outlet Stock que estava em Rio Maior este fim de semana no pavilhão das Tasquinhas. Ainda fizémos uma compritas: a Cacildinha comprou uma camisola com uns brilhos, super moderna e que ela vai usar na noite riomaiorense, a CrisVic comprou uma saia para a filha, mas que ela insiste que é para ela... E nós comprámos uma mala, uma toalha e uns óculos de sol.
Finalmente, seguimos para casa - já ao fim do dia. Quando chegámos, ficámos a saber que haveria procissão à noite e que passaria na nossa rua. Lá fomos buscar umas velas para pôr no parapeito da janela e ainda acompanhámos um pouco a procissão, embora o tempo ameaçasse um belo temporal.
A nossa macieira já tem umas mini-maçãs e trouxemos um saco cheio de nêsperas.
Foi um fim de semana salgado e verde, sem horários e sem programa definido. Foi ao sabor da amizade. Sabe tão bem!!!

sexta-feira, maio 08, 2009

Contacto - Rosa, Esperança - Parte I e II

video

Video inicial cedido pela Isalenca (à conta do video, almoçámos muito bem, bebemos uma imperialzita e demos à língua...)

video

quinta-feira, maio 07, 2009

Espectáculo...!


Hoje fomos à SIC (programa Contacto) para levarmos a nossa mensagem e acabámos surpreendidas pela Sra. D. Simone que quis retribuir-nos a homenagem que lhe fizémos. Nem sei como se agradece isto...

Foi uma tarde muito especial. Já me começam a faltar palavras para descrever os momentos mágicos que nos têm acontecido desde que começou este projecto.

As pessoas na Comunicasom foram super simpáticas e disponíveis.

Agradeço as mensagens com que me inundaram o telemóvel e de todas elas quero ressaltar uma:

"Por causa de vocês não pude fazer a minha sesta como habitualmente!".

Gigi, adoro-te miuda! Desculpa lá termos estragado a tua tarde... Hihihihi

quarta-feira, maio 06, 2009

Rosa, Esperança em Contacto

Amanhã, quinta-feira, dia 7, "Rosa Esperança -Projecto Mulheres e o cancro da mama" no Programa "Contacto", apresentado por Maya e por Nuno Graciano.
Na SIC a partir das 15.25h.

A não perder...

terça-feira, maio 05, 2009

Urgente!


Update: Está tudo bem com a Natty!!!!

domingo, maio 03, 2009

Fim de semana abençoado!


Mais uma vez, venho falar do tempo. E mais uma vez, para mostrar a minha estranheza pelo que ele nos devolve enquanto passa na nossa vida.
Este fim de semana lá teve as setenta e duas horas que lhe competiam, quando os fins de semana têm mais um dia de feriado. Mas o que coube nessas horas foi, espantosamente, bem mais do que se podia imaginar.

Vamos começar pela sexta-feira em que, com muito gosto, fui almoçar com a Mimas. Ela tinha-me convidado (família incluida), bem como à Gosma, que já tinha um outro almoço combinado. Depois de vários pequenos atrasos, consegui chegar ao Parque das Nações a tempo de receber a maior surpresa da minha vida. De repente, out of nowhere, estava lá a minha amiga Jen (ao lado da Mimas...), chegadinha de Lincoln, Nebraska. Lincoln não é ali ao lado da Costa da Caparica... Ele são aí umas 20 a 22 horas de viagem, com 1 ou 2 escalas, muita preparação e mais não sei o quê... De repente, achei que havia qualquer coisa na paisagem que estava fora do sítio... Seria eu? Seria eu que tinha sido teletransportada para o centro dos USA sem dar por isso? Demorei uns quantos segundos a perceber que, se calhar, era possível a Jen estar mesmo aqui com a conivência de TANTA gente, que se vai MESMO arrepender de me ter enganado... Agradeço-vos do coração a surpresa que me fizeram. Foi o melhor que me podiam ter feito, a sério! O que não quer dizer que não vão ter que pagar MUITO CARO, mas muito caro mesmo, o facto de andarem a fazer arranjinhos nas minhas costas... Mi esperem, vici?!

Sábado, foi mais um dia mágico. Directos a Alcobaça, visita ao mosteiro, descanso numa das muitas esplanadas que o rodeiam e almoço em casa da Manuela (que estava no cabeleireiro) com a simpatia da filha e do genro (e do Scott). Depois, teatro. Ensaio, gritos, mais ensaio, ainda mais gritos. Não há maneira daquele encenador ter maneiras...
Bom, a hora do espectáculo chegou e foi bom. Eu gostei de o fazer, gostei de ver a reacção das pessoas que enchiam o Cineteatro, gostei de ouvir os comentários de pessoas desconhecidas quando fui até à plateia falar com os amigos. Gostei de receber os cumprimentos de uma senhora que me disse que esteve a meditar sobre o que dissemos e verificou que não tinha "passado esta mensagem" à sua filha e que rapidamente o ia fazer. É para isso que lá estávamos!
A ceia foi em casa da Manuela, literalmente invadida por um bando de esgalgados de fome que deve ter posto os cabelos em pé aos vizinhos. Pode-se dizer que fomos todos... Como tinhamos que levar a Jen ao aeroporto logo de manhã (madrugada...), viemos embora quando os esgalgados ainda estavam nos aperitivos.

Foi só dormir um bocadinho, acordar tipo zombie e marchar para a Portela. Dizer adeus à Jen é sempre difícil, é um "até para o ano". Para 2010 já temos plano: fazer uma peregrinação a Fátima.

O que valeu foi mesmo esta sesta que retemperou o sono e permite encarar a próxima semana de trabalho com alguma tranquilidade...