É só mais um bocadinho!

quinta-feira, abril 16, 2009

Curtas do Porto - 2

Nós, os que íamos no Audi a cair de podre, desistimos de estabelecer comunicação com os indígenas que encontrávamos na rua. Essa tarefa ficou a cargo do Peugeot já a receber pensão da Segurança Social.
Daí que a próxima tentativa tenha sido coroada de êxito. Um senhor super-simpático ofereceu-se para nos ir lá levar ao Meliá de carro. Bom, ou era super-simpático ou nós iríamos fazer parte das estatísticas de car-jacking. Nesta altura, já eu começava a concordar com o SSSeeetttt porque o mal era mesmo nós num sermos dali, carago. Conseguimos não ir atrás do super-simpático (como é isto possível no espaço de 3 ruas?!...) e acabámos num garagem de camiões a perguntar pela centésima sétima vez onde ficava o maldito hotel.
De certeza que o camionista era lisboeta porque, finalmente, fomos direitinhos à entrada do hotel, se bem que por sentido proíbido.
Ora, eu não sou mulher de engolir desaforo. E a minha Catarina também não. Quando perguntei ao empregado da recepção como se chamava aquela rua, ele foi muito rápido a responder: Diogo de Macedo, mas não vem no GPS...! É nova.
Ora toma, incha porco! Senti-me feliz! E vingada...

7 Comments:

Dá a Catarina para adopção... serás melhor mãe!

O Audi, mesmo já dentro do programa de incentivo de carros para abate, até que escapava... levou-nos e trouxe-nos (4 horas para lá e 5.30h para cá!), o pior mesmo foi não haver fato cinzento. Isso é que eu não perdoo, nunca!

A única coisa boa que retiro desta viagem, foi mesmo o Cristo Rei, ehehehehe

16/4/09 15:35  

ihiihihii grande aventura e foi só até ao Porto imagino se fosse mais longe ihhiihihi bjsss

16/4/09 16:02  

Que nome de rua! E falas do tal que incha...

16/4/09 16:48  

Não sabião onde ficava a Rua Diogo de Macedo era já ali ao fundo a direita depois de controlar a rotunda........



Só no Porto é k acontecem coisas destas para mais tarde recordar


BJFS

16/4/09 22:42  

Meninas, que vergonha!
Parecem saloias!

17/4/09 13:44  

Marilu, ELAS são umas saloias!
A única nascida e criada em Lisboa sou eu!

17/4/09 13:48  

E a única a implorar para seguirmos a "Catarina" que não ia haver problema em encontrar o Hotel!!!!!

Antes saloia que alfacinha armada em sabe tudo, eheheheheh

20/4/09 10:25  

Enviar um comentário

<< Home