É só mais um bocadinho!

terça-feira, março 17, 2009

VALHA-ME DEUS!


O Papa Bento XVI defendeu esta terça-feira que a solução para o problema da sida não passa pela distribuição de preservativos, horas antes de aterrar na capital dos Camarões para a sua primeira visita ao continente africano, escreve a Lusa.
«Não se pode resolver (o problema da sida) com a distribuição de preservativos», disse o Papa aos jornalistas a bordo do avião da Alitália que o levará até Yaounde, nos Camarões. Acrescentou que, «pelo contrário, a sua utilização agrava o problema».
Esta é a primeira vez que Bento XVI fala explicitamente no uso de preservativos. A Igreja Católica, que se afirma na linha da frente do combate à sida, encoraja a abstinência para impedir a propagação da doença.
A oposição da Igreja ao uso de preservativos é questionada por padres e freiras que trabalham com vítimas da sida em África. O Papa estimou ainda que a solução passa por um «despertar espiritual e humano» e pela «amizade pelos que sofrem».
Bento XVI adiantou ainda que pretende apelar à «solidariedade internacional» com África no contexto da actual crise económica, ressalvando que a Igreja não propõe soluções económicas específicas, mas pode dar sugestões «espirituais e morais».
Atribuindo a actual situação económica a um «défice de ética nas estruturas económicas», o Papa disse que é «aqui que a Igreja pode dar o seu contributo».
O Papa Vento XVI deixou Roma esta manhã rumo aos Camarões, primeira etapa de um périplo de sete dias pelo continente africano, que o levará também a Angola. Bento XVI deverá aterrar no aeroporto de Yaounde cerca das 16:00 locais (15:00 GMT).
A sida tem um impacto devastador em África, particularmente em países da África Austral como o Botswana, Suazilândia e África do Sul, os mais afectados em todo o mundo.


PortugalDiário online

14 Comments:

Infelizmente a Igreja vive no passado e continua a dizer a mesma coisa: À pergunta: "profilático, sim ou não ?", a Igreja responde: castidade, auto-controlo, educação ao verdadeiro amor, fidelidade, responsabilidade individual e social.
Vi há tempos um documentário impressionante numa das televisões por cabo em que falava não apenas no problema das Doenças Sexualmente Transmitidas mas também no aumento da pobreza na américa latina devido à explosão demográfica- tudo devido às populações serem muito católicas e levarem à letra tudo o que diz a igreja.
Não é de admirar que a crise esteja também instalada na Igreja, há muito tempo.

17/3/09 17:16  

É o comentário possível a esta posição do representante máximo da Igreja Católica. O seu mundo não é deste reino.

Beijinhos

Helena

17/3/09 17:50  

Boa, Helena! Eu não diria melhor.

17/3/09 17:52  

Cada vez mais sinto a falta de João Paulo II. Será que o actual é humana???

17/3/09 19:30  

Não sei se é humano mas...que tem um passado que dá para duvidar...bjsss

17/3/09 19:46  

Nelinha, na semana passada o Papa disse que a máquina de lavar loiça fez mais pela mulher do que o preservativo. Posto isto...

17/3/09 21:45  

Quando os países ricos deixarem de explorar e roubar os países africanos e de fazer deles a latrina do mundo; quando grande parte dos governantes africanos deixarem de se iludir com os euro-dólares e forem menos corruptos, talvez alguma coisa possa melhorar por lá.
Quanto a esse senhor que se intitula papa, creio que faria melhor se cuidasse de seu rebanho interno, principalmente daquele que usa e abusa sexualmente de jovens e freiras, e mantivesse a boca fechada em relação a assuntos tão graves como a Aids, por nada ter a acrescentar.

Um beijo, Nela.

17/3/09 23:16  

Estes assuntos são tão, tão incríveis que há anedotas ao pontapé relativas ao puritanismo e mentalidade da igreja.

E, dado andar tudo tão "sério" e calmo, não resito em deixar aqui uma anedota :

Padre, eu toquei nos seios da minha namorada.
- Tocou por cima ou por baixo da blusa dela?
- Foi por cima da blusa dela, padre.
- Você é muito estúpido! Por baixo da blusa!!!, a penitência é a mesma!!

18/3/09 10:03  

Tá boa!
Também tenho dificuldade em entender esta e outras posições da Igreja.
Is@

18/3/09 10:55  

Pois... e o pior é que há quem siha estes ideais.

E pior ainda, é em àfrica pensarem (os infectados com sida) que se violarem mulheres a doença passa para a violada e o violador fica "limpo".

Sabiam que há quem justifique o acto de violar com esta crença?! Eu fiquei incrédula quando vi a repostagem.

E saber disto, da falta de esclarecimento, da resistência á informação, da falta de meios humanos e tudo o resto...ouvir uma afirmação destas do Papa, deixa-me apreensiva e desgostosa com a posição da igreja nestes assuntos.

Jokos

18/3/09 12:12  

Ouvi o Sr Papa e confesso que me fiquei na duvida, sobre em que mundo vive a igreja.... não me parece que seja neste.
Beijos Nela
Vanda

18/3/09 14:02  

Valha-nos Deus!!! Realmente não dá para perceber o que lhes passa pela cabeça...Alguns fazem as coisas mais horríveis, mas camuflados... e o que lhes interessa é manterem essa posição que não faz sentido perante este flagelo da sida!!!
Que Deus os ilumine!
Bjs

18/3/09 14:18  

Disseste bem Alda, que Deus os ilumine!
Perdoa-lhe Senhor! não sabem o que dizem!



bjs.

18/3/09 19:39  

É caso para dizer, que quando abre a boca entra mosca ou sai asneira.
Ou então está a seguir à risca a frase "... abençoados os pobres de espírito, porque deles será o reino dos céus ".
E ele, está-se mesmo a ver, que o céu não quer perder.
Haja paciência, que senso não há nenhum.
Um abraço Nela, um abraço meninas.
Carmen.

19/3/09 23:27  

Enviar um comentário

<< Home