É só mais um bocadinho!

quarta-feira, março 28, 2007

Corrida Sempre Mulher...

Desta vez, também para Homens !

Toca a inscrever...

http://www.corridasempremulher.com/

segunda-feira, março 19, 2007

A nossa Ajuda...

... de Berço!

Conforme combinado no nosso grande Encontro Nacional, seguiu um donativo para a Ajuda de Berço. Reproduzo o texto da carta que acompanhou o cheque com o nosso contributo (não reproduzo o cheque por razões óbvias...):

"Ajuda de Berço
A/c Administração
Travessa Francisco Resende, nº 21 a 55
1500-289 Lisboa
Lisboa, 28 de Fevereiro de 2007


Exmos Senhores

A comunidade Bloguista Portuguesa está atenta e é sensível a questões de natureza benemérita.
Mais ainda quando se trata de crianças inocentes. Como tal, foi lançado um apelo, através de vários Blogs Portugueses, para que neste ano de 2007 se apoie a vossa Instituição.
Os blogs abaixo referidos (e alguns comentadores dos mesmos) não quiseram deixar de participar nesta iniciativa.
Sozinhos não podemos mudar o mundo... Mas muitos bloguistas juntos podem melhorá-lo!!
Sem outro assunto de momento, esperamos poder fazer alguma diferença.Os melhores cumprimentos,


http://maisumbocadinho.blogspot.com/
http://www.superglamorosas.blogspot.com/
http://bichinhofazdeconta.blogs.sapo.pt/
http://an1xinh4.blogspot.com/
http://oclubedasmongas.blogspot.com/
http://100tretas.blogspot.com/
http://apazevedo.blogspot.com/ "


terça-feira, março 06, 2007

UFFF !!!

Hoje fui fazer a primeira mamografia e ecografia mamária depois da operação e dos tratamentos.

Não precisarei de vos dizer em que estado de ansiedade me encontrava... Sabem, imaginam, já passaram pelo mesmo! Nem o pequeno-almoço conseguiu passar a enorme barreira de nervos que me atacava o pescoço. Não sei se vos acontece, mas eu fico com o pescoço e o colo completamente às manchas sempre que vou a uma consulta, fazer um exame, aguardar uma “sentença”, fazer um tratamento. Enfim, nervos...!

Além dos hipotéticos resultados (minha principal preocupação, claro!), também estava apreensiva relativamente a fazer uma mamografia num peito operado. A perspectiva de me “espremerem” a cicatriz não era nada tranquilizadora. Afinal, revelou-se tão difícil como de costume, ou seja, custa mas não é nada que não se faça.

E toda a ansiedade foi esquecida quando o médico disse: Pode ficar descansada, está tudo bem!

Os quilos que tenho engordado à conta do Tamoxifeno deixaram de me pesar hoje, de tal maneira me senti leve!

Desta vez, estou safa...

Esta vulnerabilidade vai acompanhar-me (acompanhar-nos) para sempre, creio. E aprender a viver de forma saudável com ela é o maior desafio que tenho agora. Torna-me pequenina e indefesa quando ataca, mas faz-me grande e forte quando a ultrapasso.

O equilíbrio? Algures no meio, digo eu...